function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

domingo, 19 de janeiro de 2014

Distante


A tua existência, orgânica
física, atemporal
Move-se por entre  tortuosos pensamentos
intensas fantasias de paixão
contentamento e fulgor.
Tua presença etérea e, ao mesmo tempo,
explícita, traduz-se em mim
como uma lacuna
generosamente preenchida
na capilaridade dessa solidão
frenética e mordaz.
Tua presença mecânica,
agônica, aflita, expõe-me
a sensações de dolorosa
clausura, um cativo de 
teu lânguido ser.
Tua presença, prazer estóico
desejo efusivo
plenitude efêmera
realidade atroz 
síntese de meu irrealizável querer.



                                            J.R. Messias

Fonte:  Google imagens. llvivendoopresente.blogspot.com

Transposição




Como um Demiurgo da paixão
Busco a cada momento
dessa anódina existência
transfigurar este arlequinal amor
na prova cabal de que se vive de ilusão.

Ilusão que  um dia apossou-me
de forma arrebatadora, ciclônica e
devastadora, para meu néscio coração
fragorosamente atingido
pela tua indiferença.



                                                             J. R. Messias

Fascinação




Sinto aromas, que lembram teu cheiro
olho semblantes, que traduzem teu sorriso
acaricio mãos, que remetem-me a tua tez delicada

Firmo minhas mãos na ânsia de escrever
percorro folhas, meu substrato poético
despejo verbos, substantivos e adjetivos amorosos
para poeticamente tê-la perto de mim

Só a saudade de tua beleza outonal
não me basta a esta latente paixão
que arde, queima, trazendo alívio e sofreguidão
pela ânsia de possuir-te lenta e açodadamente

Mergulhar minha boca em teus seios macios
sorver teus fluidos licorosos e rejuvenecedores
cravar minhas mãos em tua abundância carnal
numa loucura repleta, completa e infinita.


                                                J. R. Messias