function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Display

Resultado de imagem para displayInstala-se, soberana,
em meu acuado coração,
numa puritana heresia
a profanar toda a dor
que do meu ser, emana.
Vem como uma caudalosa 
avalanche de sorrisos
a varrer o pranto
que em meu rosto deságua.
Chega com o cintilar 
de seus negros olhos,
a iluminar o breu
que  meu sorriso 
anoiteceu.

                                       J R Messias

Lítigiante

Resultado de imagem para litígios da paixãoPaixão que me enclausura,
numa fome aprisionada e sedimentada
no substrato de tantas saudades já solidificadas
em pétreas lembranças, cujos vestígios,
se revelam como na frieza rarefeita de uma tundra.

De tão longeva,  tornou-se digna
de um prospectar, cuja arqueologia amorosa
encontrará, fossilizada, as máculas de um querer
e as querelas deste eterno sofrer.


                                           J R Messias

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Traduzir-te


A vida sabe mais quando se ama
pois deixa rastros em nosso viver,
numa translação de sentimentos e de sensações 
que nos torna mais íntimos e sensíveis aos 
infinitos detalhes da amada, uma mutação de sentimentos
que dá ao amor uma configuração cintilográfica,
quase uma efeméride de sensações onde cada detalhe
dela (olhos, cabelos, sorrisos), é mensurado como se fossem
picos eletrocardiográficos da paixão,
é o ponto de inflexão de um viver, outrora multifacetado
e o começo de um sentimento que nos torna único,
uno unívoco, seja na dor ou no eterno amor.


                               J R Messias

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Percolação

Resultado de imagem para obsessão

Concluo uma íngreme escalada
que encerra um visceral tormento de amar
a tosquiar esperanças que rastejam no solo desse amor
e no subsolo de uma firme paixão, sólida como um granito
a qual aflora, em ato contínuo, nas depressões terrenas de tuas verdades
que submetem-me ao arbítrio de um coração soturno  como masmorras medievais
a torturar sonhos e desejos deste objeto mais que direto, guardado em minha obsessão como um suave arpejo.




                             J R Messias

Mistic

Resultado de imagem para Bhagavad Gita,Se a vida lhe parece estática
e te deixa assim, sorumbática,
faça uma orante genuflexão.
argumente o quão ela é errática
e numa ereção reflexiva e elástica,
descarte essa solidão pernóstica
que te deixa esquálida
e numa catarse psíquica,
ore para Bhagavad Gita,
e saiba que nada supera,
seja dor, decepção e desespero,
esse ente mágico que é a vida.


             J R Messias