function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

sábado, 20 de agosto de 2016

Ancora

Resultado de imagem para ancoraVem com sua caudalosa avalanche de sorrisos 
a varrer este pranto estrito
que ao meu semblante encharca.

Chega com o cintilar de seus negros olhos
a iluminar minha escassa alegria
encarcerada no calabouço dessa saudade.
Instala-se, soberana, em meu coração
acossado pelas saraivadas de desilusões 
e profana cada segmento de meus ociosos desejos
proscritos por esta solidão.


                                 J R Messias

4 comentários:

  1. Lindo, poeta! Com este teu jeito intensamente único e profundo de poetar é que aviva a poesia dentro da gente, cada vez, mais!
    Aplaudo-te sempre, sempre !

    Beijos com saudades e grata pelo teu carinho.

    ResponderExcluir
  2. Como vai linda Lu! Sempre que posso, bebo, ou melhor, embebedo-me em tuas fontes poéticas no elã de sempre receber teu carinho e incentivo.
    Grato, amada poetisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou bem, obrigada, meu querido.
      Sempre terá meu carinho e incentivo. Pois tuas poesias nos saciam até quando estamos no deserto de nossas inspirações.
      Fui profunda agora hein.rsrs
      É que há períodos que é assim que nos sentimos não ê verdade? Mas ainda bem que temos versos como os teus para resgatar-nos.

      Eu é que agradeço o imprescindível carinho, amado poeta.

      Excluir
  3. Fazer um retiro, quando a inspiração foi percorrer outros jardins e quintais, é salutar só não se deve esquecer os que amamos por suas palavras rimas e poesias (sou "habitué" demais em situações assim e penitencio-me), mas imagino que o "deserto de suas inspirações" deva ser repleto de fontes inspiradoras, só esperando só esperando o "religare " deles com tua virtuosa alegria de escrever.
    Aquele beijo e um abração , amada poetisa Lu e sempre grato pelo carinho.

    ResponderExcluir