function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

sábado, 17 de dezembro de 2016

Demoiselle

Resultado de imagem para demoiselle XXXSubjugado ao teu amor,
delineio um croquis
pelo qual caminho
em busca de ti

para oferecer amor e carinho.
Nessa ânsia de te amar
trôpegos são meus passos
incertos, quase ilógicos
na procura equidistante
de teus braços,
fuga de um destino amargo
de saudade e sofrimento estoicos.

Debelados, saudade e dor,
resta-me projetar trilhas
sobre as águas
de um destino líquido
porém incerto, que,
efêmero, brinda-me,
a cada dia,
com seu conjugar imperfeito
de um destino abrupto
como de um incesto .
                     


                                         J R    Messias

Imagem: google

4 comentários:

  1. Olá, Messias!

    Tudo bem com você?

    Como sempre, um senhor poema!

    Essa Demoiselle te tem prisioneiro, mas o amor é por vezes tão misterioso e incompreensível e acho que você está "preso" por vontade, como diz o poema de Camões.

    Adoro ler o k você tão bem escreve! Obrigada por dar brilho ao meu olhar.

    Novo post, lá. Te aguardo! Merci!

    FELIZ NATAL E VENTUROSO ANO NOVO.

    Beijos com todo meu carinho.

    ResponderExcluir
  2. Mais uma vez, Céu, peço perdão pelo desleixo de não vasculhar as notificações.
    Quanto a dita musa inspiradora, são quase vinte anos de uma paixão que , por descuido, deixei que ela soubesse e não foi muito receptiva ... coisas do amor...
    Agradeço vossa leitura e vosso carinho com que descrevo meus ais e uis. Vou visitá-la logo, logo querida escritora.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. "Tá" desculpado, menino, mas veja se não me esquece. Tá? (rsrs)!

    27 anos de uma paixão? Nossa! É obra, hein!
    Olha, querido, a recetividade tem ou deve ser biunívoca, pke por "morrer uma andorinha, não acaba a Primavera", como se diz por cá.

    Agradeço sua visita e comentário sucinto, mas na mouche.

    Beijos e dias de luz.

    ResponderExcluir
  4. ...tá ... na próxima reencarnação, serei o primeira da fila para ficar com ela, nessa vida, não será possível..
    Quanto ao comentário na "mouche" (menina!! eu mal falo português e tu vens com a língua de Balzac ?? ...), observei que daria para desenvolver uma bela estória infantil, é bem emotiva e atraente, aliás, teus textos são pra lá de ricos, bem sabes.
    Um enorme beijo, querida Céu e grato por sua atenção de sempre e perdoe seu esquecido amigo virtual.

    ResponderExcluir