function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Farewell

Esquivo-me de tua distância
cobrindo com meu relicário de afetos, estas letras que destilam
a tua ausência e defloram  os arquivos onde codifico a impaciência etílica e sadomasoquista desse imutável
viés amoroso que se desalinha e se oculta entre becos e vielas onde, acasalado está,  a chama que alimentou um sonho, embora vacilante, trôpego  e delirante,
que conduzisse o frenesi deste
enjaulado e ejaculado querer,
que de tão corrosivo, dissolveu
as amarras e oxidou as correntes
que atavam-me a esta crença já crepuscular de poder gozar contigo pelos desígnios desta vida, que, melodicamente  deu, o tom e o compasso, daquilo que hoje, morre,
sem um sorriso, um aconchego
ou  o teu abraço.
                                                                                                                                                                                                                                                                          J R  Messias

Nenhum comentário:

Postar um comentário