function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

domingo, 20 de março de 2016

Enfático

O amargo sabor
deste calejado
tempo imutável,
recolhe brisas
advindas do calor 
emanado deste cáustico viver,
roteirizado em  laudas
prenhes de um discurso 
destilado e destinado a 
atingir o âmago
deste sentimento que,
embora retrátil na aparência
e tênue por excelência,
mantém-se monolítico
em sua essência
e proscrito por tua impaciência,
de uma espera inoculada
por um longevo permutar
de amor e carinho, trocados,
apenas, por nosso saudoso olhar.


                            J R Messias

4 comentários:

  1. Lindo!!!
    Adoro esse teu jeito intenso de poetar.

    Um doce final de tarde pra ti.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi, querida Lu.
    desculpe a demora em responder mas é que começou o ano letivo e, praticamente, só me sobram os domingos para para dar a atenção, importante e necessária, aos emails, blogs etc. Tô me ajustando aos horário para melhor adaptar-me a rotina.
    Agradeço imensamente seu contato sempre carinhoso e sua infalível lembrança deste que muito te admira.
    Um enorme beijo e até breve.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo Messias...
    Ontem escrevi sobre olhar preguiçoso, rs... Amei esse teu olhar saudoso. Aprecio muito a forma tão equilibrada/organizada com que descreve os sentimentos.
    Um beijo, meu carinho.

    ResponderExcluir
  4. Será que a saudade é por causa da preguiça de não irmos em busca do saudoso "objeto"? (perdoe minhas elucubrações.
    Beijos minha veloz poetisa.

    ResponderExcluir