function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

terça-feira, 8 de março de 2016

XX

Resultado de imagem para grilhões do prazer feminino



Tantos segredos,
sincréticos, sagrados e sacrílegos,
possui tua alma sapiente
que serpenteia, entre devaneios
concretos e empíricos,
a ponto de nos exorcizar 
de nossas infinitas e inclementes formas
de amá-las, possuí-las  e por fim, subjugados,
servi-las  como incautos idólatras,
de vossas corpóreas matizes e
das abissais fontes de vossos desejos,
a nos remeter, pobres e apaixonados varões,
a mergulhos em mortal apneia,
nas indecifráveis e infinitas formas 
de traduzi-las, atados que estamos,
aos grilhões dessa indizível 
e eterna paixão por vocês, mulheres.



                                     J R Messias

11 comentários:

  1. Amigo querido!! Depois de muito tempo afastada voltei e estou de casa nova.
    Vim beber dessas suas sempre lindas palavras e dizer que se desejar conhecer meu espaço ele está sempre de portas abertas às pessoas de BEM.
    Bom dia!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Malu. Eu fiquei quase um ano, também, em meio a um ano sabático forçado por circunstâncias já encaminhadas.
      Terei um enorme prazer em conhecer teu novo espaço poético.
      Um beijo, Malu.

      Excluir
  2. Um poema lindíssimo e intenso numa homenagem perfeita às mulheres. Então, muitíssimo obrigada!

    Partilhei no Google+, mas como foi pelo celular nem sei se fiz isso direito. Pois não consegui visualizar ainda! Algumas mulheres são bem atrapalhadas aiai! rsrs

    Sempre grata pelo carinho!

    Beijo grande, poeta!

    ResponderExcluir
  3. E ainda perguntam por que amamos seres tão repletos como vocês em qualquer dia do ano.
    Um beijo, doce poetisa Lu e obrigado pelo carinho de sempre.

    ResponderExcluir
  4. Uma linda homenagem às mulheres, o qual me senti também homenageada, Muito obrigada poeta!1 e os segredos... Adoro, é meu tema preferido, bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poetisa Nara, penitencio-me de minha total falta de atenção ao seu pretérito carinho, grosseiramente não atentado por mim por mais que me desculpe nunca perdoarei minha falte em não agradecer o seu carinho e precisão nas palavras.
      Um beijo, poetisa N.

      Excluir
  5. Ah Messias, que doçura...
    Lindo demais, calo e sinto!
    Aspas para um beijo... =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graças a Deus, menos açucarado que aquele tal de "Lirics", que eu não sei onde estava, quando o escrevi (rs).
      Grato pelo teu carinho, querida poetisa.

      Excluir
  6. São tantos segredos, querida poetisa Nara, que já nem sei por onde andam minhas paixões ocultas. Mas continuam, ainda bem, atiçando minhas saudades, estejam onde estiverem.
    Beijos querida poetisa NLC.

    ResponderExcluir
  7. Olá Lu.
    Gostei muito dessa sua postagem, com o ótimo poema de J. R. Messias. Parabéns.
    Abraço.
    Pedro.

    ResponderExcluir