function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Timeless

Este desfrutar de teu corpo,
terno e saboroso, como fruta mordida, 
Resultado de imagem para amor atemporalalimenta ainda mais
esta saudade não consumida
e parcialmente digerida,
ao traduzir, por inteiro,
esse desejo que, sorrateiro,
desvirginou teu verso e reverso,
com este meu insensato querer,
capturado por tua insular beleza 
e marmórea presença,
que desata os laços desta espera
sentimental e infante,
que enfim defloro,
na rigidez fálica de meu desejo
e no encharcar de nossos corpos
molhados, acoplados e desesperados
de tanto amor, parilhado
na suavidade de um longo beijo.


                                 J.  R.   Messias

4 comentários:

  1. Tão bonito, este poema!!

    Beijo e um dia feliz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato pelo carinho de sempre, poetisa, e desculpe se extrapolo no explicitar dos sentimentos.

      Excluir
  2. Olá! Passando para conhecer o seu blog, gostei muito! E preciso dizer que gostei muito do seu texto, é repleto de paixão e sentimento!
    Tenha uma ótima quinta feira!

    ResponderExcluir
  3. Grato Vanessa por dispor-se a conhecer meu blog e um pouco do que partilho com pessoas como você.
    Abraço.

    ResponderExcluir