function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Tempesty


Tua poesia jorra
como o fluxo laminar
de um caudaloso rio
repleto de signos
conflitantes, dissonantes,
e  sempre carregada 
de uma coerência contraditória.

E eu, como um mero garimpeiro
deste amazônico rio
busco nos aluviões mais profundos,
escarificar teu leito poético,
na busca de tua preciosa essência,
na certeza de são nas águas mais barrentas
que se esconde as pedras mais preciosas


J. R. Messias

Nenhum comentário:

Postar um comentário