function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

domingo, 6 de julho de 2014

Sede



Teu verbo, exato como toda a preamar,
traça limites delineados pelos signos
consanguíneos de um amor fluvial
que transpõe as margens de meu rio,
a inundar minhas margens e a encharcar
meu íntimo desejo, com tua fremente
e envolvente boa vontade amorosa,
disseminando pelo meu caminho, 
fontes  que brotam em minh'alma como olhos d'água,
para saciar a sagrada ansiedade que tenho de ti.



                       J. R. Messias

Imagem: igrejavirtualsemeandoapalavra.blogspot.com

6 comentários:

  1. Esse forma de escrever lembra um jeito sagrado de amar

    ResponderExcluir
  2. A sacralidade do amor nos torna capazes de divagar tão solenes e carinhosamente.
    Um abraço Story.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde meu amigo...
    Consegui chegar, e que bom!
    Tuas palavras se abraçam num hino de delicadeza e amor, muito lindo, parabéns!
    Abraço, lu.

    ResponderExcluir
  4. Grato, linda e eu peço desculpas pela inconstância pois tive problemas de ordem tecnológica mas que, pelo visto, melhoraram.
    Um abraço, Lu.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia meu amigo querido.
    Passando para agradecer o teu carinho e desejar um excelente dia!
    Esta obra me encanta profundamente mesmo...
    Abraço, fica com Deus...

    ResponderExcluir
  6. Grato, Lu e me desculpe a inconstância devido as férias, tenho pouco acesso a internet e isso dificulta o contato.
    Abraços, Lu.

    ResponderExcluir