function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

terça-feira, 19 de junho de 2018

Consequente


Resultado de imagem para outono


Por minha anódina alma,
tua luz pediu passagem
a esta abrasiva saudade,
escoada, a debalde, pelos 
escusos caminhos percorridos,
mas que serviram de rastros,
para te guiarem até este 
incauto portador de uma
sanguínea paixão,
obscurecida pela solidão,
e delineada pela infinda
ausência, tão repleta 
de tua icônica presença.
Numa dor vietnamita,
alterosa tal qual uma palafita
ao longo dos ribeirões da vida,
aguço minha sede para alcançar
tua imagem diáfana, isquêmica,
mas benigna, a desfibrilar
esta sublimada paixão,
a estender seus braços
que tantas vezes 
envolveu vazios
de uma vida liquefeita
de lamentos, abandonos e silêncios,
os quais, deliberadamente, gozei-os,
na constatação tardia dessa
infrutescência outonal e vazia

                           
                                  J R Messias

10 comentários:

  1. Boa noite.
    Peço imensa desculpa, mas não consegui ler o texto. O fundo está transparente. Não se lê.


    Hoje:- Não será solidão por estar sozinha.

    Bjos
    Votos de uma óptima noite

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguma insubordinação tecnológica. Peço desculpas.

      Excluir
  2. Ok, calma e pode apagar o comentário anterior, já li. parabéns pelo poema:))

    Hoje:- Não será solidão por estar sozinha.

    Bjos
    Votos de uma óptima noite

    ResponderExcluir
  3. Um aplauso para este brilhante poema!!

    Beijos. Boa noite!

    ResponderExcluir
  4. Por tua alma radiante
    Irradiando tanta luz
    Transita o amor que conduz
    Teu ser seguindo adiante

    E transportando a bastante
    Poesia que seduz
    As almas que fazem jus
    Ao belo reconfortante

    Ao corpo, por dar a mente
    Mais luz, mais amor ao ente
    Que é o todo do ser humano.

    A poesia é a semente
    Que germina o que se sente
    No coração soberano.

    Teu poema está belíssimo! Parabéns! Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
  5. Excelente poema.
    Parabéns pela inspiração e pelo talento.
    Continuação de boa semana, caro Messias.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De vez em quando, o Espírito Santo apronta...
      Abraços.

      Excluir