function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

terça-feira, 5 de junho de 2018

Sarraceno



Resultado de imagem para arte árabe


Tal qual um Beduíno, 

caminho, tendo a frente,

um inóspito deserto de inquietações,

que traduzem os percalços que, subalterno

enfrento, contrito, na procura

de um alento que permita-me encontrar

a chave que liberte-me

desta clausura Saariana e

desta Espartana carência de amar.

Que seja, pelo menos, um profano mantra

que destile a dormência  que capture e adestra,

coração e alma, a este quebranto viver,

a esta analgesia dolorosa e porosa,

que deixa impurezas em meu coração

que, convulso e resiliente,

prostra-se no Islamismo de uma oração,

na fé de encontrar nestas preces,

o milagre para livrar-me da solidão.







                J. R. Messias

12 comentários:

  1. Fantástica publicação. :))

    Hoje, do Gil, que por motivos profissionais não pode visitar os blogues amigos:
    Coração em labaredas vulcânicas.

    Bjos
    Votos de uma boa Terça-Feira

    ResponderExcluir
  2. Mas os milagres não são nada fáceis...
    Magnífico poema, parabéns.
    Bom fim de semana, caro Messias.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato pelo comentário justo r preciso. Eu ainda acredito em milagres.
      Abraços.

      Excluir
  3. Que assim seja! E para não ficar dúvidas:amém!

    Lindo, linda prece poética!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Que lindo poema para falar sobre a inquietação de
    solidões...

    Quem disse que o belo não dá trabalho? k

    Adorei as suas imagens, flores e plantas sempre serão
    um dos refúgios mais belos doados por essa criação para nós.
    Por essas redondezas a febre agora é plantar pitaya, aqui no sítio não plantei mas a fruta é mais linda de se ver do que comestível pelo menos eu acho k. Acho o pé super exótico. k
    Uma graça as espadinhas super delicadas mas cumprem bem a sua função de proteção k. Seu jardim me lembrou de um filme que vi chamado "Uma beleza fantástica" no netflix, o filme se baseia em uma história de uma moça mas tem uma parte que mostra o cuidado de um sr. com o seu jardim e o valor das coisas. Enfim, achei o filme bonitinho e leve. até porque de cheio de problemas já não basta o mundo k.
    Obrigada pela partilha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A tal de pitaia, eu não a conhecia. Foi uma amiga de minha filha que presenteou-me, ainda filhotinhas, foi então que as achei estranhas pois eram "castos rasteiros" e foi então que ela me falou da pitaia. Se é moda? não sei mesmo.
      Acho que escrever e cuidar de plantas são hábitos de pessoas que precisam da solidão para realizarem tanto um quanto o outro.
      Abraços.

      Excluir
  5. Olá! Um poema quase oração expressando belo sentir!
    Parabéns pela fabulosa inspiração!
    Abraço e bom findi!

    ResponderExcluir