function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Lítigiante

Resultado de imagem para litígios da paixãoPaixão que me enclausura,
numa fome aprisionada e sedimentada
no substrato de tantas saudades já solidificadas
em pétreas lembranças, cujos vestígios,
se revelam como na frieza rarefeita de uma tundra.

De tão longeva,  tornou-se digna
de um prospectar, cuja arqueologia amorosa
encontrará, fossilizada, as máculas de um querer
e as querelas deste eterno sofrer.


                                           J R Messias

2 comentários:

  1. Poemas assim, não deixam espaço para argumentos.
    Lindíssima lapidação, parabéns!

    Meu carinho, excelente findi =)

    *Hum, a Lu é uma criatura encantadora, obrigada, pois foi por você que eu a conheci. Abração!

    ResponderExcluir
  2. Grato, Lu. Tu andavas meio distante, mofina, down ...já melhorou??? Eu nunca tentei, mas dizem que uma meia maratona ao meio dia, cura qualquer coisa (rs).
    Ps. De fato a nossa Profª Lu é um deleite de pessoa.

    ResponderExcluir