function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

terça-feira, 24 de julho de 2018

Água





Na dicotomia deste sentimento, 
busco pelos espaços traiçoeiros da paixão,
um alívio para os percalços
desta vida íntima e libertina que,
reticente nas emoções,
enfrenta a plenitude aflita
de um desejo insone,
que sangra, apaixonado
pelos recantos do coração,
que me faz derramar um pranto
que rega meu corpo disforme
de tanta saudade e solidão,
a esperar, pelas sombras da desilusão,
o aporte (corrosivo ou fúnebre, pouco importa),
de tua presença, para aplacar 
essa ânsia vivente, por tua serenidade,
e tua lira envolvente.





                                              J R Messias


14 comentários:

  1. Excelente poema!!:)

    Beijo e um excelente dia.

    ResponderExcluir
  2. Um poema tão bonito. Obrigada pela partilha. :))


    Hoje, do Gil António:- Lágrimas tristes sem dono

    Bjos
    Votos de uma óptima Terça -Feira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Larissa. O seu Gil, está de volta? Irei visitá-lo também.
      Abraços.

      Excluir
  3. Que saudades que estava desse espaço, deste amigo poeta que escreve de um fôlego só, quase sempre.

    Tentando voltar a blogar e se tiver um tempinho e desejar, passa por lá...

    https://fragilidadesdesnudas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje escrevo bem menos (o fôlego tá menor rsrs). mas seja bem vinda sempre, Malu. Que bom que está de volta com este novo blog, que irei visitar, já, já.
      Abraços.

      Excluir
  4. Oi, Messias!

    Não sei qual o título do poema, por causa dos visitors, mas se for Dicotomia, será perfeito.
    Mto lindo o k tu escreves, sempre na temática de um amor ausente, da saudade e solidão.

    Beijos e cont. de boa semana.

    ResponderExcluir
  5. Ok, Céu, mas que é esse tal de visitors??? O que relação tem com o texto que procuras?
    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Mais um magnífico poema.
    Gostei imenso, parabéns.
    Caro Messias, continuação de boa semana.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Lindo, apaixonante e apaixonado poema! Parabéns ao inspiradíssimo poeta!

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos rodos apaixonados pela vida. Eu que costumo exagerar rsrsrs
      Abraços, linda Lu

      Excluir
  8. Um poema encantador!

    r: Sim, sem dúvida, ambas têm uma papel bastante forte. Também adoro a Mulan *-*

    ResponderExcluir