function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Escrúpulo


    



                                  A rigidez de teus mamilos
sob a blusa,
esboçam contornos de um desejo
escondido no veneno
deste silêncio tenso,
que na exatidão do momento,
meus lábios buscam,
num açoite embriagado e úmido,
apossar-me deste carnal desejo,
de recorrente sofreguidão,
onde medo, ego e pecado,
tornam-se crua docilidade
dessa impulsividade emotiva, 
a transformar, beijos e abraços,
na pura conexão de nossos corpos,
no fascínio afetuoso de teu regaço.



                                            

                                            J  R  MESSIAS

15 comentários:

  1. Sensualmente lindo!

    Beijos e um excelente dia!

    ResponderExcluir
  2. Muito bem. Adorei este lado sensual:))

    Hoje:-Das cartas que eu nunca te enviei.

    Bjos
    Votos de uma óptima Quarta-Feira.

    ResponderExcluir
  3. Gostei do poema, é sensual e muito bem escrito.
    Parabéns pela inspiração.
    Caro Messias, bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se me permite a sinceridade, pelo aspecto burocrático de seu comentário, preciso colocar mais lenha no próximo texto que versar sobre sensualidade.
      Obrigado e abraços.

      Excluir
  4. Respostas
    1. Obrigado, Srta. ou Sra. Unknown. Volte sempre que puder.
      Abraços e grato pelo carinho.

      Excluir
  5. https://poemasdaminhalma.blogspot.com/
    Olá boa noite!
    Maravilhoso poema,Recheado de sensualidade e desejo.
    Gostei.
    Abraço e bom fim de semana.
    Luisa

    ResponderExcluir
  6. Tão lindo, Messias e dá apra sentir cada palavra tua. Qto desejo!

    Escreve mais poemas, do género, sugiro!

    Estou voltando e minhas mãos estão um pouco melhores.

    Beijinho, AMIGO, hoje é nosso dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba, fazia tempo que não víamos você pelos blogs da vida. Ainda bem que estás te recuperando. Quanto a este tipo de texto poético, sugiro que leias o Tarè, aqui no blog.

      Ps. Lembra os tempos de namoro...
      Abraços.

      Excluir
    2. "Quem é vivo, sempre aparece", costumamos dizer.

      Não consigo encontrar o Taré, k significa tarado.

      O mapa dos visitantes, visitors, em cima no teu blog, não deixa ver o título dos posts. Já reparaste?

      Bom fim de semana.

      Excluir
    3. Eu só fiz criar esse blog a uns dez anos e não sei como cutucar esta coisa, por isso fica como está.

      Excluir
    4. Faz assim, vai no jrmessi,blogspot.com (o nº 1), e irás encontrá-lo por lá.
      Abraços.

      Excluir