function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Pudico



Resultado de imagem para pudico




Venho a tua procura amortizar o desejo em teu beijo, ósculo que não escolhe mas acolhe todo desejo, seja onde os versos verbalizam ou onde, chuva dourada e gozo, expõem essências de tua intimidade de fêmea. 
 Mesmo assim resisto a ti, ao teu magnético sorriso e devorador olhar, que retorcem minhas entranhas de tantos desejos, retidos nesta clausura cristã, que dogmático, vandalizo espírito e pensamentos, entrelaçados entre os pubianos laços de tua sacrílega fonte. 
 Quanto a mim, acorrentado, sacio a sede desta paixão na solidão das faiscantes tardes e na ciranda infinda de desejar-te num inesgotável anseio de  devorar-te.




J  R  Messias

9 comentários:

  1. Respostas
    1. Querida Larissa, postei sem querer pois ainda não o tinha editado. Minhas desculpas.
      Abraços.

      Excluir
  2. O que dizer diante as maravilhas que brotam deste genial e romântico poeta?!
    Parabéns pela linda e apaixonada poesia!

    É bom te ler novamente. Senti saudades.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço teu carinho e atenção de sempre, Lu.
      Um beijão.

      Excluir
  3. Brilhante. E não tenho muitas mais palavras para sublinhar o teu excelente texto poético. Parabéns pelo talento.
    Continuação de boa semana, caro Messias.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. |Permita-se.
    Bom final de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá quase, poetisa.
      Abraços e fim fim de semana, também.

      Excluir