function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

terça-feira, 22 de abril de 2014

Prestidigitadora




Essa busca constante de traduzir-te
e ao traduzir-te, admirar-te
e ao admirar-te, emocionar-me,
trafega nas congestionadas vias
deste, sempre, apaixonado coração,
carinhosamente afrontado
por uma quotidiana abundância
de tuas letras, amores e emoções 
que, de tocaia, em teus versos,
tocam-me fundo nos sentimentos
ao traduzirem como uma prestidigitadora 
poética, toda a obscuridade 
de sentimentos guardados
nos porões do esquecimento
e no sótãos do arrependimento
numa catarse afetuosa que derrama e desfaz
tudo aquilo que foi tormento.

                          J. R. Messias



4 comentários:

  1. Parabéns por este bonito poema de uma suavidade harmoniosa em sentimentos contemplativos guardados em silencio no coração.
    Gostei!
    Um abraço
    Hélder Gonçalves
    PS . Parabéns pelo espaço - bom gosto!

    ResponderExcluir
  2. Nem preciso dizer que muito me honra recebê-lo em meu blog e ser alvo de de seu atencioso comentário.
    Grato pela visita.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Uma singela homenagem as minhas poetisas.

    Abraços, linda Lu

    ResponderExcluir