function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

sábado, 19 de abril de 2014

Eterno...



Quero muito o teu abraço
não um abraço qualquer
simples e fraternal
mas aquele que me envolva
excite e comova.
Quero muito o teu beijo
não um beijo qualquer,
selinho ou roubado
mas um beijo apaixonado
recíproco bem acoplado.
Quero muito decifrar teu corpo
seja no escuro ou com os olhos vendados
para com meu tato, teus contornos sentir,
para com meu respirar, teu olor sorver e
para com meu paladar, teu íntimo perceber.
Quero descobrir-te em cada detalhe
perfeito ou não, pois o que importa
nas fronteiras do amor,
é dispor à mulher amada,
toda a minha sincera paixão.


                    J. R. Messias


Imagem:  www.angelapaulalima.net

2 comentários:

  1. Ualll!Que lindo!!!
    Diferente do amargo este é um poema doce, mas de qualquer forma, é uma delícia te ler afinal tens uma apaixonante inspiração.
    Parabéns, doce poeta!

    Um carinhoso abraço.

    PS:Ja ja temos novo post no asas, viu? Se não hoje, amanha.

    ResponderExcluir
  2. Nem tanto ao céu e nem tanto ao inferno, Lu. É que a crise de saudade tinha passado (risos). Grato pelo carinho e, como sempre, acompanho teu blog, pelos posts que publicas no G+. Estarei lá para deliciar-me com suas iguarias poéticas.
    Beijos, linda Lu.

    ResponderExcluir